Albatroz viagem e turismo

  • Nova política no despacho de bagagens

    Cliente Albatroz está sempre bem informado! Após a vitória da Agência Nacional de Aviação (Anac) em uma disputa judicial sobre a autorização da cobrança adicional pelas bagagens das companhias aéreas que operam no Brasil, começam a entrar em vigor as novas regras. 

    A Resolução nº 400/2016 apresenta as novas Condições Gerais de Transporte Aéreo (CGTAs). Esta nova regulação traz novidades para os passageiros do transporte aéreo. As companhias brasileiras, Latam, Gol e Azul já divulgaram as novas políticas e datas referentes à bagagem e, claro, queremos que você fique por dentro de tudo o quanto antes! Vamos lá?

    LATAM 

    Mudanças a partir de 18 de maio 

    Novas tarifas: Serão oferecidas quatro opções de tarifas: Promo, Light, Plus e Top, com preços que variam de acordo com os pacotes de benefícios que oferecem. Caso o cliente escolha um perfil de tarifa que não possua bagagem, ele poderá comprá-la separadamente a qualquer momento. No caso da compra antecipada do primeiro volume em voos domésticos, por exemplo, o valor será de R$30,00.

    Bagagem de mão: Aumento no peso da bagagem permitida: 5 quilos para 10 quilos. 

    Bagagem despachada: Direito a despachar um volume de até 23kg para voos nacionais e América do Sul e Caribe. Para voos internacionais é permitido o despacho de até dois volumes de 23kg cada (Cabine Economy). 

    Excesso de bagagem: Alteração no pagamento do excedente de bagagem. A cobrança será feita por meio de taxas fixas por peça, por faixa de peso e/ou por tamanho excedentes. Os valores variam de acordo com a rota. 

    *Passageiros na Premium Business ou Premium Economy têm benefícios no despacho de bagagem.

    *Clientes do programa LATAM Fidelidade Gold, Platinum, Black e Black Signature terão benefícios diferenciados em relação à bagagem.

     

     

    GOL

    Mudanças a partir de 20 de junho 

    Tarifa com desconto (sem despacho): "Light" - mais barata para atender quem não precisa ou prefere não despachar bagagens. Se o cliente escolher a tarifa Light e depois decidir despachar ou levar mais bagagem, poderá contratar com 50% de desconto pelos canais digitais GOL

    Bagagem de mão: Aumento no peso da bagagem permitida: 5 quilos para 10 quilos em todas as tarifas. 

    Bagagem despachada: Direito a despachar um volume de até 23kg (tarifas Flexível e Programada). Para voos internacionais (tarifa GOL Premium) é permitido o despacho de até dois volumes de 23kg cada.

    Excesso de bagagem: Caso a bagagem ultrapasse 23kg, o cliente pagará apenas por cada quilo adicional, que custará R$ 12 nos voos nacionais e o equivalente a U$ 4 nos voos internacionais. Nenhuma peça pode ultrapassar 45kg e 158cm. 

    *Clientes dos programas de fidelidade Smiles Prata, Ouro e Diamante terão benefícios especiais. 

     

    AZUL

    Mudanças a partir de 1º de junho 

    Tarifa com desconto (sem despacho): "Azul" - mais barata para atender quem não precisa ou prefere não despachar bagagens. Se o cliente mudar de ideia poderá incluir os 23 kg de bagagem, a qualquer momento, por apenas R$ 30,00.

    Bagagem de mão: Aumento no peso da bagagem permitida: 5 quilos para 10 quilos em todos os voos. 

    Bagagem despachada: Direito a despachar um volume de até 23kg em voos domésticos e para a América do Sul. Para voos internacionais é permitido o despacho de até dois volumes de 23kgs cada (Economy e Economy Extra) e três volumes de 23kg (Azul Business). A bagagem deve respeitar o tamanho de 158 centímetros na soma de largura, altura e profundidade.

    Excesso de bagagem: Nos voos nacionais, o cliente "Azul" poderá incluir a bagagem de 23kg por R$ 30,00. Caso esse peso seja ultrapassado, será cobrado o valor atual, que varia de voo para voo.

    *Clientes Safira e Diamante no Programa TudoAzul têm algumas vantagens e diferenciais adicionais.

    A empresa Azul ainda não liberou tabela de preços com valores para voos internacionais. 

     

    AVIANCA

    A empresa passa por um processo de estudo de mercado e adaptação de sistemas e, de acordo com o vice-presidente da companhia, Tarcisio Gargioni, pelo menos até o final do mês de julho não haverá cobrança pelas bagagens. A mudança pode ocorrer a partir de agosto.

     

    Acompanhe a Albatroz Turismo nas redes sociais: